Institucional Produtos Blog Vídeos Trabalhe Conosco Contato Acesso Cliente

VOCE SABE O QUE SÃO PIODERMITES??

E JÁ OUVIU FALAR NO SHAMPOO HEXADENE DA VIRBAC?

Fique ligado nas dicas……

Olá, me chamo Gabriela Venite, sou Médica Veterinária e Gestora Técnica da Linha VirbacPet na empresa Basso e Pancotte.

Hoje vou falar um pouquinho sobre os problemas dermatológicos que acometem os nossos Pets, em específico das Piodermites.

As piodermites são consideradas uma das doenças cutâneas mais comuns em cães na rotina clínica. Essa patologia é causada pela colonização bacteriana, na maioria das vezes são secundárias a causas primárias.

Quais são essas causas primárias? As deficiências primárias estão relacionadas a processos alérgicos, problemas endócrinos, nutricionais, problemas parasitários como, por exemplo,  a leishmaniose ou até mesmo pela infestação de pulgas e carrapatos, doenças autoimunes entre outros problemas. Lembrando que apenas um desses casos que citei já pode predispor o cão a ter infecções secundárias.

O agente etiológico mais comum envolvido nas piodermites superficiais e profundas (Staphylococcus pseudintermedius) é um habitante natural da microbiota cutânea.  Mas além das bactérias, também temos um microorganismo fúngico comensal dos cães e gatos, bem conhecido (Mallassezia pachydermatis), então para ser clara e objetiva as piodermites superficiais é a proliferação exagerada desses microorganismos da microbiota natural que se tornam oportunistas em situações de desequibrio na imunidade  e “quebram” a barreira protetora das camadas externas.

Olha só, apesar de eu estar falando só em cães, os felinos também podem apresentar lesões de pele como as piodermites. Não se sabe com exatidão o porquê a frequência nos gatos são menores, mas na literatura mostra que eles tem uma microbiota mais diversificada, com múltiplas espécies, acredita-se que por os felinos “conhecerem mais espécies de microorganismos” a frequência de infecções bacterianas é menor.

Bom, você sabia que para chegarmos a um diagnóstico definitivo e fazer o tratamento correto precisamos realizar alguns exames específicos, além de uma boa anamnese e exame clínico e físico?!

Para determinar a melhor terapia, o veterinário deve considerar cada caso individualmente. Alguns fatores podem impactar no tratamento, afetando na sua eficácia.  A adesão do tutor ás instruções do tratamento é um ponto crítico para a resolução do quadro e prevenção de recidivas.

Como citei acima devemos considerar cada caso individualmente e hoje já existe um movimento mundial para não utilização indiscriminada de antibióticos, não só na linha veterinária, mas também na humana. E com todos os estudos baseados em evidências já temos muitas alternativas como, por exemplo, o tratamento tópico, isso faz com que reduzimos o tempo de uso de antibióticos sistêmicos, minimizamos os efeitos colaterais dos tratamentos e a chance de selecionar bactérias resistentes se torna menor.

A Virbac é reconhecida mundialmente pelos seus produtos da linha dermatológica. E aproveitando que estamos falando de piodermites vou falar sobre o “queridinho” dos Veterinários: O shampoo Hexadene à  base de Clorexidina 3%.

O tratamento tópico com clorexidina visa remover os restos celulares e nessa concentração, o ativo é capaz de tratar as infecções bacterianas e fúngicas.

É importante agitar o shampoo antes do uso, e após aplicar em todo o corpo do animal, massageando por aproximadamente 10 minutos. A Virbac tem uma exclusiva tecnologia chamada Spherullites, os produtos com essa tecnologia podem ser administrados 1x na semana. Os Spherullites são microesferas que armazenam o principio ativo e liberam gradativamente 24 por dia, por até 10 dias.

COMO PODEMOS REFORÇAR A BARREIRA PROTETORA DA PELE??? Em outro post falaremos de Allerderm S.I.S .

Para finalizar, a dica mais importante é que seu Pet te ama e depende de você para ter uma rotina adequada e manter a qualidade de vida. Lembre-se que o Médico Veterinário é o único profissional capacitado para te dizer que esta tudo bem com a saúde e bem estar de seu bichíneo.  Faça visitas regularmente ao seu Vet de sua confiança!