Institucional Produtos Blog Vídeos Trabalhe Conosco Contato Acesso Cliente

Otite canina pode levar à perda da audição!

Otite

Se não for tratada, otite canina pode levar à perda da audição

 

 Se seu pet coça as orelhas constantemente, balança a cabeça de uma hora para a outra sem qualquer motivo aparente, fique atento! Ele pode estar com otite canina, um dos principais problemas tratados nos consultórios veterinários. Causada por uma série de fatores, que vão desde uma predisposição genética até a higiene incorreta na região, é uma doença extremamente incômoda para os cães e deve ser rapidamente tratada, pois, em casos extremos, pode levar à perda de audição.

A otite canina é uma inflamação do conduto auditivo e seus sintomas são fáceis de ser identificados: secreções amareladas (com ou sem pus) nos ouvidos, acompanhadas de odor bem forte ou mau cheiro, vermelhidão, aparecimento de crostas e dor muito forte. Se o cão apresentar esses sintomas, deve ser levado o mais rápido possível a um veterinário de confiança para que sejam feitos os exames e o diagnóstico correto. Esse tipo de doença não possui uma única causa, por isso exige tratamentos distintos.

As bactérias e as leveduras frequentemente estão envolvidas, porém a otite normalmente possui uma causa de base, sendo que a alergia é a mais comum. Também podem acarretar o problema, a presença de parasitas, a entrada de água no conduto auditivo e a higiene incorreta. Qualquer ação que inicie uma resposta inflamatória do conduto auditivo, incluindo processos alérgicos, pode desencadear uma resposta natural de produção excessiva de cerúmen. Sobre ele, crescem as bactérias e leveduras e estas, por sua vez, pioram a inflamação. Daí começa um ciclo.

Existe uma predisposição da doença em raças que têm orelhas pendulares, como por exemplo o Cocker Spaniel, porque cria-se um microclima mais favorável ao crescimento de micro-organismos nesses casos.

Higiene é fundamental!

 Uma dica para prevenir esse problema é fazer sempre a higienização das orelhas do bichinho, com o uso de algodão e produtos específicos para limpeza. Jamais use cotonetes ou pinças, pois podem machucar o animal. Para cães com orelhas peludas, é recomendado fazer a tosa higiênica para evitar o acúmulo de sujeira. Mas, cuidado: os pelos não podem ser arrancados, pois isso pode desencadear uma reação inflamatória. Muito cuidado na hora do banho: não deve-se molhar dentro dos ouvidos. Além disso, é necessário secar bem o pavilhão auricular e o conduto auditivo. Seja durante a limpeza ou para secar, é importante lembrar que o limite da profundidade é sempre onde o dedo alcança.

Para fazer a limpeza do pavilhão auricular e do conduto auditivo, um dos produtos da Virbac mais procurados é o EpiOtic que conta com a tecnologia Spherulites de encapsulamento e liberação prolongada de ingredientes ativos. Mesmo após o banho ou secagem do pet, o produto continua a ser liberado na pele do animal agindo por até 10 dias. Ele também atua na prevenção da otite canina, pois seu pH mais ácido ajuda no controle do crescimento de micro-organismos.

Outro produto indicado para limpeza regular das orelhas é o Phisio Anti-Odor, que neutraliza o mau cheiro e tem um potente efeito ceruminolítico, facilitando a remoção do cerúmen. Possui pH neutro. Na utilização de Phisio Anti-Odor ou Epiotic, devemos preencher o conduto com o produto, massagear a orelha e tirar o excesso com algodão, somente até onde o dedo alcança. Em nenhuma hipótese devemos utilizar cotonete ou pinças, pois pode machucar ou fazer com que o cerúmen entre onde não pode.

Para o tratamento da otite canina, existe o EasOtic, que combina três princípios ativos que agem como anti-inflamatório, antibiótico e antifúngico. Essa combinação garante uma rápida melhora e o tratamento apresenta resultados em apenas cinco dias. Extremamente prático, eficaz e seguro

Para o tratamento de infecções auriculares de origem micótica, parasitária ou bacteriana de caninos, felinos e equinos, recomenda-se o Natalene. É um dos poucos medicamentos disponíveis no mercado com componente antiparasitário específico contra sarna de orelha.